FANDOM


Os Virtual Aliens ou alienígenas virtuais são uma raça de cerca de um bilhão de indivíduos que baixaram suas mentes em um mundo virtual a bordo de uma nave há muito tempo para evitar a destruição de sua civilização. A partir de 2185 EC, os virtual aliens estabeleceram contato diplomático com o Conselho da Cidadela, a fim de garantir uma nova fonte de energia para os sistemas que mantêm seu mundo virtual. O nome dos alienígenas é desconhecido.

BiologiaEditar

As características biológicas deles são desconhecidas. Todos atualmente não possuem corpos próprios. Para facilitar a comunicação com o Conselho, os alienígenas mostraram que são capazes de trocar consciências com outros seres sencientes e podem controlar seus corpos.

HistóriaEditar

ÊxodoEditar

Aproximadamente 8.000 anos atrás, eles enfrentaram uma crise iminente: a estrela de seu planeta natal estava prestes a ser supernova. Para sobreviver, construíram uma nave estelar equipada com uma rede de supercomputadores. Um bilhão de Virtual Aliens transferiram suas consciências para os supercomputadores, que continham um mundo virtual inteiro para eles habitarem durante a crise. Com uma IA construída propositadamente pilotando a nave e mantendo o mundo virtual, eles partiram de seu sistema de origem e iniciaram uma jornada de milênios ao longo da galáxia.

Contato com o Espaço do ConselhoEditar

Em 2185 EC, a nave espacial deles entraram no sistema Antilin habitado por salarianos. A IA da nave buscou ajuda, pois a fonte de energia que mantinha a nave e o mundo virtual em funcionamento estava diminuindo. Quando a "nave fantasma" foi detectada pela primeira vez pelos salarianos, inicialmente foi pensado para ser a vanguarda de um ataque Geth porque emitia fortes heurísticas IA. O contato entre a galáxia e a IA foi estabelecido pela primeira vez pelo famoso exobiologista humano Dr. Jordan Detweiler, que embarcou na nave para se comunicar com a IA, aprendendo tanto sobre o mundo virtual quanto sobre o problema energético. O Conselho da Cidadela, cauteloso com a ameaça representada pela IA, estava preparado para decidir contra o auxílio ao navio, colocando em risco o mundo virtual e a vida de seus habitantes. Alarmado, Detweiler entrou no mundo virtual para avisar os Virtual Aliens. Detweiler retornou com uma oferta ao Conselho: os alienígenas virtuais trocariam sua tecnologia avançada em troca de ajuda. O sigilo foi imediatamente erigido pelo Conselho e as questões envolvendo o navio foram classificadas como secretas.

Um mês depois, foi revelado que um representante dos Virtual Aliens, o embaixador Sygan, estava usando o corpo do Dr. Detweiler para visitar a Cidadela para falar com o Conselho. Depois de explicar a situação em uma conferência de imprensa, Sygan pediu asilo ao Conselho, afirmando que ela é uma das muitas de suas raças que desejam deixar o mundo virtual. Quando surgiu a questão do que aconteceria com o Dr. Detweiler, cuja mente permaneceu no mundo virtual, um voluntário se ofereceu para assumir a mente de Sygan no lugar de Detweiler. Depois que isso foi anunciado, cerca de 400 indivíduos de várias raças também deram um passo à frente para trocar de lugar com outros alienígenas virtuais.

NavegaçãoEditar